Pillay condena ataque a civis israelenses
2/9/2010

No image
A Alta Comissária dos Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay, juntou sua voz ao coro de condenação ao assassinato de quatro cidadãos israelenses na Cisjordânia e pediu que os autores sejam levados à justiça.

Os quatro civis, incluindo uma mulher grávida, foram mortos a tiros na noite de terça-feira (31/08) enquanto viajavam em um carro perto da cidade de Hebron, no território palestino ocupado. Outras duas pessoas ficaram feridas em um ataque separado, ontem (01/09). O Hamas supostamente reivindicou a responsabilidade pelos atentados.

Pillay divulgou um comunicado lamentando os ataques e afirmando que “além de serem repugnantes em si, os ataques também parecem ser destinados a minar a atual rodada de negociações de paz.” Negociações de paz diretas entre Primeiro-Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas – as primeiras conversações entre os dois em quase dois anos – começaram hoje (2), em Washington (EUA).

Em sua declaração Pillay também enfatizou que os autores dos ataques desta semana na Cisjordânia “podem ser responsabilizados nos termos do direito penal internacional”.