ONU auxilia treinamento de policiais contra tumultos em referendo no Sudão
8/7/2010

No image
As Nações Unidas ajudaram a treinar 200 oficiais de polícia contra tumultos no sul do Sudão. Está sendo preparado o referendo do próximo ano, no qual a região deve se separar do país. Durante os três dias de curso no mês passado em Malakal, capital do Estado do Alto Nilo, os oficiais foram treinados para controlar multidões em situações de desordem e em demonstrações pacíficas ao longo do plebiscito.

O referendo previsto sobre a autodeterminação da região sul busca ser a fase final do Acordo Compreensivo de Paz (CPA, em inglês), firmado em 2005, que acabou com uma guerra civil de duas décadas. O treinamento foi realizado por instrutores da Polícia da ONU (UNPOL) e o Major-General James Biel, comandante do Serviço Policial no Sul do Sudão (SSPS) no Estado do Alto Nilo. “O curso realmente aumentou a moral dos participantes”, disse o comandante de setor da UNPOL, Borys Yaschuk. Expressando otimismo com o trabalho dos oficiais, ele disse que espera que eles façam sua função da maneira apropriada. Haverá um acréscimo de 400 integrantes da SSPS durante o treinamento de segurança do referendo.

Em um desenvolvimento relacionado, dezenas de mulheres das forças policiais do norte e do sul do Sudão foram graduadas em um curso de dez dias sobre violência de gênero e sexual, na sede da Missão de Paz da ONU no Sudão (UNMIS), em Cartum. Usando ferramentas interativas, o treinamento teve como objetivo ajudar os policiais a prevenir e responder a denúncias de violência, tentando melhorar as competências dos envolvidos, tais como elaboração de relatórios, policiamento comunitário e maior eficiência na resolução de problemas.